Buscar

Este é o preço!

Atualizado: 12 de Abr de 2019

Se você sonha em ter um empreendimento, fique sabendo que nem tudo são flores e que existem muitos desafios a serem enfrentados pelo caminho.

Sendo assim, quando falamos “este é o preço”, trata-se aqui de uma referência àquilo que você terá que pagar para conseguir estabelecer o seu negócio.

E acredite: não estamos falando apenas de dinheiro, mas de valores nos sentidos mais diversos da palavra.

Assim, a pergunta que fazemos é: você acha que está preparado? Antes de respondê-la, contudo, leia o texto a seguir e descubra as principais adversidades que você irá encontrar pela frente:


Quais as principais dificuldades de uma empresa?


Nos dias de hoje, cada vez mais pessoas têm investido na ideia de montar o seu próprio negócio com o objetivo de viverem os seus sonhos e trabalharem com o que querem.

De fato, não será muito difícil, numa busca rápida pela internet, descobrir os mais diversos cases de sucesso, o que pode, de fato, ser um grande motivador para você e animá-lo nessa empreitada.

Afinal, nós vemos isso nos mais diversos segmentos, nos fazendo acreditar que o sucesso está muito mais próximo do que imaginamos.

Bem, talvez ele realmente esteja ou talvez não, mas o que poucas pessoas comentam é que nem tudo são flores e que há muitas pedras no caminho.

Deixar de ser funcionário para ter o seu próprio empreendimento é um movimento ousado que deve ser muito bem calculado para que você possa manter a sua autonomia e a sua vida financeira.

Dito isso, existem fatores muito diversos para você gerenciar e, se você deixar, as preocupações podem ocupar boa parte do seu dia.

Sendo bastante objetivo, nesse momento você perde certas garantias como uma carteira de trabalho, FGTS e seguro desemprego, por exemplo, e passa a ser responsável não apenas pela sua segurança como pela de seus funcionários.

Assim, entenda que isso envolve muita responsabilidade e é preciso estar devidamente preparado.

No intuito de te ajudar a ter uma dimensão sobre esse assunto, listamos a seguir alguns tópicos com os quais você irá se deparar. Que tal lê-los agora?


Conciliar o profissional e o pessoal

Pois bem, se conciliar a vida profissional com a vida pessoal já não é uma tarefa fácil quando somos funcionários, imagine o quanto não é mais difícil quando nos tornamos chefes, não é mesmo?

Um bom empreendedor é aquele que assume as rédeas de seu empreendimento e, muitas vezes (para não dizer quase sempre), isso implica em levar trabalho para casa.

Logo, você deve gerenciar a sua vida e a sua carreira de forma que elas consigam coexistir de modo harmônico ou pelo menos sem grandes conflitos.

Nesse sentido, é comum observar nesse aspecto o aumento do número de pessoas com problemas tanto de saúde física quanto de saúde emocional (como estresse, ansiedade, depressão, etc.), porque não conseguem conciliar tudo o que precisam fazer durante o dia.

Sendo assim, afirmamos também que é imprescindível ser uma pessoa organizada e ter um bom planejamento para conseguir manter momentos de lazer, com a família e amigos, de estudo, etc.


Gerenciar o fluxo de caixa

Outro item que merece certa atenção é que, diferentemente de quando você é apenas um funcionário comum, todos os procedimentos relacionados ao fluxo de caixa estão sob a sua responsabilidade.

Tenha em mente, portanto, que é você quem terá que correr atrás de possíveis clientes, lidar com imprevistos, priorizar atividades, tirar projetos do papel, entre diversas outras ações para poder começar a lucrar.

Administrar todos esses cálculos é parte essencial do processo, o que demanda um bom planejamento financeiro para que você possa evitar surpresas indesejadas.

Caso contrário, a tendência é que em médio ou curto prazo, você não consiga pagar as dívidas que se acumulam.


Lidar com as expectativas dos outros

Ainda: quando se está à frente de um empreendimento, algo com que você precisa tratar é a expectativa do(s) outro(s) sobre você. E se engana quem pensa que isso parte apenas de clientes.

Tanto funcionários quanto fornecedores e parceiros esperam que você tome certos posicionamentos e muitas vezes o que você precisa fazer não está de acordo com o que eles querem.

Infelizmente, para ter um negócio de sucesso é preciso saber dizer “não” quando necessário, decepcionando muitas vezes quem você não gostaria de decepcionar.

Existem casos, inclusive, em que essas discussões entram no campo jurídico, tomando uma outra proporção e, nesses momentos, o fundamental é agir de acordo com aquilo que você acredita, prezando sempre pela transparência e legalidade.

Talvez contrariando as suas expectativas, essa lista pode continuar com bastante facilidade, havendo ainda outros pontos possíveis de serem abordados.

Porém, destacamos esses por serem provavelmente os principais e darem um bom panorama do que você irá encontrar pelo caminho.


Sobre a sua realização profissional


Por fim, gostaríamos de comentar que esse texto não tem a intenção de desmotivá-lo, mas servir de alerta para que você entenda que deve estar disposto a pagar o preço necessário para o seu sucesso.

Insistimos, assim, que sentir-se realizado profissionalmente é uma das melhores sensações e que compensa todas as adversidades que você encontrará pelo caminho.

Aqui, assim como em qualquer outro segmento de nossa vida, haverá pontos positivos e pontos negativos e você deve pesá-los para entender o que realmente é valioso para você.

Não há, quando tratamos de empreendedorismo, fórmulas prontas ou passes de mágica, mas sim um trabalho árduo e contínuo a ser realizado.

Repetindo a pergunta que fizemos na introdução, e aí, você acha que está preparado?

Receba dicas valiosas para melhorar seu negócio.

Central de vendas de Curitiba:

(41) 9 9525-1373

Central de vendas de Cascavel:

(45) 9 9985-3365

CNPJ: 18.461.120/0001-51