Buscar

Pessoas não compram “o que” você faz, elas compram “porquê” você faz

Atualizado: 12 de Abr de 2019


Muitos empresários, ao entrarem no mundo das redes sociais, se perguntam o que cria engajamento no público para que consuma uma marca. Igualmente se perguntam como criar uma publicidade digital eficiente.

E a resposta pode ser simples: deve se parar de vender seu produto e vender uma ideia – e o motivo por detrás dela. No mundo contemporâneo, o poder das narrativas é algo poderoso para a mídia, de forma a criar laços com o público.

E num tempo de consumo rápido, é necessário criar fidelidade para ter sucesso contínuo. É essencial que exista um motivo por detrás do seu produto para que seja possível se infiltrar nas redes sociais.


Publicidade digital nas redes sociais: se trata das pessoas

Antes de tirar o melhor das redes sociais, é necessário entender sobre o que elas são e o que busca o público que as compõem. Não é nada difícil entender sobre seu sentido, já que toca num ponto abrangente: conexão e interação.

Esse é o ponto inicial para entender as redes sociais, pois estes servem para estreitar as relações entre marcas e consumidores. Assim como um artista se torna próximo de seu público através de uma rede social, uma empresa de eletrodomésticos o faz também.

Mas para ir a fundo nessa matemática, é precis

o entender um dos lados da moeda: o público conectado. No fim, a rede social é sobre pessoas, seus comportamentos, interações, ações e pensamentos no meio coletivo.

Afinal, como as pessoas interagem umas com as outras e compartilham informações? Também como se permitem serem conquistadas por uma empresa e serem levadas a comprar um produto?

Bom, agora é necessário pensar pelo outro lado da moeda, o das marcas, pois as redes sociais são um canal de comunicação e divulgação. Eles são vistos pelo público e assim adquirem uma imagem perante eles.

E essa imagem que permite que sejam uma marca positiva ou negativa, benéfica ou maléfica, útil ou não. É aqui que a empresa possui chance de adquirir um caráter “heroico” perante seu público.


A presença da marca na mídia: pondo as pessoas em primeiro lugar

Redes sociais são sobre pessoas – e uma empresa é reconhecida quando as põe em primeiro lugar. É mais do que apenas resolver problemas, é ser empático e interativo com o público: para ter atenção do usuário, é necessário ter atenção com ele.

E é fácil de pensar nisso quando você põe sua empresa na perspectiva pessoal: afinal, como você adquire a lealdade de alguém? Possuindo similaridades e alinhando suas ações com o público. Harley-Davidson se alinha com o espírito aventureiro de seus consumidores, por exemplo.

Também deve se pensar no aspecto social de seu produto – e como você se impõe diante das questões da sociedade. Qual se posicionamento diante de casos de racismo ou de machismo? Talvez não pense tanto em ter mão firme diante disso.

Mas e se seu público for composto em grande parte por pessoas negras ou mulheres, ainda se manterá neutro diante desse problema? Ou então só irá se pôr em ação em grandes casos, onde é mais fácil exibir posicionamento?

Dessa forma, lealdade é também sobre consistência de posicionamento na mídia com seu público. Campanhas regulares que envolvam problemas do usuário passam a criar uma relação com o mesmo, já que eles sentem o envolvimento real da empresa.

Obviamente, a empresa busca lucrar em cima do seu público, mas oferecer imagem maior dos valores do que de seu produto é uma ótima medida.

Então, para entender o potencial que as redes sociais possuem, você deve compreender primeiro o que faz elas serem o que são.


Como aproveitar as redes sociais para sua empresa

Campanhas ou ações publicitárias muito diretas não raramente são evitadas e ignoradas pelo público comum.

Dessa forma, é necessário conhecimento, estratégia e criatividade para alcançar o público e criar interesse dele no seu produto. É preciso se informar sobre para depois se envolver com ele.

Primeiro, onde ele se encontra? Redes sociais são abrangentes em modelos e estilos, cada uma atendendo a um certo tipo de público em camadas gerais. Dentro da rede social onde seu público está, qual tipo de publicidade é mais receptiva? Textos, vídeos, imagens ou até mesmo links diretos para site?

E não se deve ficar preso às redes sociais tradicionais, investindo também naquelas que surgem atendendo a um certo nicho. Além disso, cada uma possui seu próprio modelo de negócios para publicidade – e isso deve ser levado em conta na escolha.

Depois, é necessário aproveitar o que está em alta no momento dentro de suas campanhas. Por exemplo, a Ultragaz utilizou de um meme para promoção e a Netflix adotou o uso de personalidades virais da internet em seus anúncios.

No entanto, não deve se jogar em qualquer assunto em alta. Lembre-se: se mantenha em alta com assuntos que não fujam de seu posicionamento e valores defendidos.

Use as redes sociais para se conectar com assuntos que são relativos ao seu estabelecimento, através de hashtags e/ou quadros especiais. Também faça comparação com outras empresas, vendo o que faz de certo e o que se deve evitar.

Receba dicas valiosas para melhorar seu negócio.

Central de vendas de Curitiba:

(41) 9 9525-1373

Central de vendas de Cascavel:

(45) 9 9985-3365

CNPJ: 18.461.120/0001-51